Agende e consulte com especialistas mais próximos de você

Da Redação

Como as redes sociais auxiliam em uma vida saudável.

Saúde, alimentação e redes sociais. A combinação destes assuntos tem sido uma prática cada vez mais recorrente nos dias atuais. Uns contam experiências e resultados, outros aproveitam o espaço para buscar inspiração e incentivo para adquirir novos hábitos. A prática tem muitas vantagens para quem deseja mudança de vida e melhora na saúde. Porém, é preciso ter cuidado para não aderir a “indicações” milagrosas, especialmente as que envolvem medicamentos, por quem não tem conhecimento aprofundado sobre o assunto.

Em Cuiabá, a estudante de nutrição Bárbara Mamede e a funcionária pública Sidnéa Aparecida Fiori Caldeira são fontes de inspiração e colecionam centenas de seguidores locais e nacionais, sempre de olho no comportamento alimentar e esportivo, receitas culinárias, dicas de saúde e até mesmo de moda.

Elas usam Instagram, Facebook e blog para contar um pouco da rotina e apresentar os experimentos feitos na cozinha, sempre apostando em uma alimentação balanceada e saudável. Tudo isso para incentivar os interessados em boas práticas alimentares e físicas, realidade que nem sempre fez parte da rotina das duas.

Bárbara, criadora do perfil @dietasemsofrer, conta que mudou os hábitos há pouco mais de 2 anos, quando descobriu que estava com diabetes e começou a se cuidar. “Sempre digo que minha vida mudou 100%, e para melhor. Uma pessoa adepta a reeducação alimentar, associada a atividade física, passa a ter mais qualidade de vida, em todos os sentidos, principalmente na saúde, que é o mais importante”.

Em meio as atividades e cuidados com a alimentação, Bárbara começou a postar a rotina e acabou virando febre no Facebook e Instagram. “Postava em uma época em que o Instagram nem era conhecido. Era apenas com o objetivo de ajudar mais pessoas, principalmente os diabéticos, a se cuidarem. Nunca tive isso como um trabalho, por isso até hoje me assusto com a dimensão que tomou”.

A estudante publica nas redes parte da rotina, dicas em gerais, mas o foco principal é a alimentação. “Gosto de mostrar para as pessoas de que é possível ter uma vida saudável, associada a uma rotina corrida. Basta ter disciplina e força de vontade. Isso se aprende aos poucos, mas é possível”.

Como parte da alimentação adotada, Bárbara também apresenta aos seguidores receitas criadas e testadas por ela mesma, sempre inspirada em alguma outra receita, mas com adaptações. “Gosto também de me inspirar nas receitinhas da vovó e da minha mãe e vou adaptando com ingredientes mais saudáveis. Sempre que posto uma receita, é porque deu certo. Sinceramente, deve ter no máximo duas que ‘não foram ao ar’ “.

E receitas saborosas elaboradas com ingredientes saudáveis não faltam nos posts de Sidnéa, mais conhecida nas redes como @Neiacal. Assim como Bárbara, Sidnéa mudou de vida ao descobrir que tinha problema de saúde. “Há cinco anos soube que estava com hipotireoidismo, controlei esse problema com a ajuda de remédio, indicado pela minha endocrinologista. Mas até controlar a doença eu engordei e, consequentemente, tive alteração do colesterol, triglicérides e glicose. Para melhorar esse quadro resolvi fazer uma dieta, escolhi a Dukan”.

Com os novos cuidados, a vida voltou ao normal, os exames deixaram de ter resultados alterados, os 12 quilos adquiridos foram embora, o ânimo voltou e a auto-estima também. Já os interessados no assunto, ganharam mais um exemplo a ser seguido na vida e nas redes. No caso de Sidnéa são 33 mil seguidores. “Quando você cuida da sua alimentação de forma equilibrada, a vida tem mais qualidade e você mais saúde”.

Com os hábitos adquiridos, ela aprendeu a usar novos ingredientes e transformar receitas comuns em mais saudáveis, sem cara de pratos de dieta. A relação com as redes sociais e com o público teve início com as postagens de fotos das receitas no Instagram. Os seguidores gostavam e pediam a receita. Como o interesse ficou muito grande, acabou criando o blog para ensinar o passo a passo dos pratos. Todas as receitas são testadas e aprovadas antes de serem publicadas.

“Passo dicas e receitas, algumas mais elaboradas e outras bem simples para o dia a dia. A maioria das receitas são criações pessoais, outras receitas minhas antigas que adaptei para minha nova alimentação, eu faço a troca de alguns ingredientes e os pratos são transformados em mais saudáveis”.

Sidnéa relata que nas redes sociais existem vários grupos com o mesmo objetivo e propósito e o compartilhamento de informações é positivo e motivador. “Quando acompanhamos e dividimos com outras pessoas o nosso conhecimento ao mesmo tempo também aprendemos. É também uma maneira de não sairmos do nosso foco, é muito bom sermos motivados”.

Além de usar as redes para inspirar os seguidores, Sidnéa também busca no vasto mundo tecnológico cada vez mais informações. “Inspiro-me em alguns blogs, que tem a proposta da dieta que fiz, ou para diminuir o carboidrato, o glúten, o açúcar e a gordura. Os que incentivam uma alimentação mais saudável também são meu foco, assim aprendo mais e posso dividir conhecimentos também”.

Embora todo incentivo e inspiração sejam positivos para quem deseja ter uma vida saudável, o nutricionista Leandro Freire aponta que o caminho mais indicado a ser seguido é a busca de um profissional especializado, que respeitará hábitos do paciente, rotinas, individualidade biológica, atual estado nutricional e parâmetros bioquímicos. O conjunto de cuidados é importante para atender o objetivo do paciente com maior segurança nutricional possível. “Assim chegará ao objetivo desejado com saúde e sem sofrimento”.

Destaca ainda que cada pessoa é única e por isso não é recomendado sair adotando como prática tudo o que é visto na internet, especialmente quando se trata de prescrição de medicamentos, mesmo os que parecem os mais inofensivos ao organismo.

“Os objetivos de duas ou mais pessoas podem ser iguais, porém cada organismo, genética, hábitos e até mesmo a condição de saúde são diferentes. Então, o risco de uma possível sobrecarga pelo excesso e até mesmo um déficit nutricional por restrição energética pode levar a graves problemas de saúde. Suplementos alimentares, por exemplo, são muito bem vindos, desde que tomados da maneira correta, com indicação adequada para não incorrer em um problema de saúde”.

Como práticas a serem adotadas sem preocupação com erros, o nutricionista recomenda a redução de ingestão de produtos industrializados e evitar passar mais de 3 horas sem se alimentar. “Nosso corpo não foi feito para ficar parado. O ideal é procure um médico para realizar exames, que atestem a capacidade de saúde para iniciar uma atividade física. O acompanhamento de um educador físico para prescrever atividade física individualizada e de um nutricionista para direcionar a alimentação individual são pontos importantes. Existe um investimento, mas saúde não tem preço. Na maioria das vezes o que sai caro é correr atrás da saúde depois que ela ficar distante”.

 

Saúde, alimentação e redes sociais. A combinação destes assuntos tem sido uma prática cada vez mais recorrente nos dias atuais. Uns contam experiências e resultados, outros aproveitam o espaço para buscar inspiração e incentivo para adquirir novos hábitos. A prática tem muitas vantagens para quem deseja mudança de vida e melhora na saúde. Porém, é preciso ter cuidado para não aderir a “indicações” milagrosas, especialmente as que envolvem medicamentos, por quem não tem conhecimento aprofundado sobre o assunto.

Em Cuiabá, a estudante de nutrição Bárbara Mamede e a funcionária pública Sidnéa Aparecida Fiori Caldeira são fontes de inspiração e colecionam centenas de seguidores locais e nacionais, sempre de olho no comportamento alimentar e esportivo, receitas culinárias, dicas de saúde e até mesmo de moda.

Elas usam Instagram, Facebook e blog para contar um pouco da rotina e apresentar os experimentos feitos na cozinha, sempre apostando em uma alimentação balanceada e saudável. Tudo isso para incentivar os interessados em boas práticas alimentares e físicas, realidade que nem sempre fez parte da rotina das duas.

Bárbara, criadora do perfil @dietasemsofrer, conta que mudou os hábitos há pouco mais de 2 anos, quando descobriu que estava com diabetes e começou a se cuidar. “Sempre digo que minha vida mudou 100%, e para melhor. Uma pessoa adepta a reeducação alimentar, associada a atividade física, passa a ter mais qualidade de vida, em todos os sentidos, principalmente na saúde, que é o mais importante”.

Em meio as atividades e cuidados com a alimentação, Bárbara começou a postar a rotina e acabou virando febre no Facebook e Instagram. “Postava em uma época em que o Instagram nem era conhecido. Era apenas com o objetivo de ajudar mais pessoas, principalmente os diabéticos, a se cuidarem. Nunca tive isso como um trabalho, por isso até hoje me assusto com a dimensão que tomou”.

A estudante publica nas redes parte da rotina, dicas em gerais, mas o foco principal é a alimentação. “Gosto de mostrar para as pessoas de que é possível ter uma vida saudável, associada a uma rotina corrida. Basta ter disciplina e força de vontade. Isso se aprende aos poucos, mas é possível”.

Como parte da alimentação adotada, Bárbara também apresenta aos seguidores receitas criadas e testadas por ela mesma, sempre inspirada em alguma outra receita, mas com adaptações. “Gosto também de me inspirar nas receitinhas da vovó e da minha mãe e vou adaptando com ingredientes mais saudáveis. Sempre que posto uma receita, é porque deu certo. Sinceramente, deve ter no máximo duas que ‘não foram ao ar’ “.

E receitas saborosas elaboradas com ingredientes saudáveis não faltam nos posts de Sidnéa, mais conhecida nas redes como @Neiacal. Assim como Bárbara, Sidnéa mudou de vida ao descobrir que tinha problema de saúde. “Há cinco anos soube que estava com hipotireoidismo, controlei esse problema com a ajuda de remédio, indicado pela minha endocrinologista. Mas até controlar a doença eu engordei e, consequentemente, tive alteração do colesterol, triglicérides e glicose. Para melhorar esse quadro resolvi fazer uma dieta, escolhi a Dukan”.

Com os novos cuidados, a vida voltou ao normal, os exames deixaram de ter resultados alterados, os 12 quilos adquiridos foram embora, o ânimo voltou e a auto-estima também. Já os interessados no assunto, ganharam mais um exemplo a ser seguido na vida e nas redes. No caso de Sidnéa são 33 mil seguidores. “Quando você cuida da sua alimentação de forma equilibrada, a vida tem mais qualidade e você mais saúde”.

Com os hábitos adquiridos, ela aprendeu a usar novos ingredientes e transformar receitas comuns em mais saudáveis, sem cara de pratos de dieta. A relação com as redes sociais e com o público teve início com as postagens de fotos das receitas no Instagram. Os seguidores gostavam e pediam a receita. Como o interesse ficou muito grande, acabou criando o blog para ensinar o passo a passo dos pratos. Todas as receitas são testadas e aprovadas antes de serem publicadas.

“Passo dicas e receitas, algumas mais elaboradas e outras bem simples para o dia a dia. A maioria das receitas são criações pessoais, outras receitas minhas antigas que adaptei para minha nova alimentação, eu faço a troca de alguns ingredientes e os pratos são transformados em mais saudáveis”.

Sidnéa relata que nas redes sociais existem vários grupos com o mesmo objetivo e propósito e o compartilhamento de informações é positivo e motivador. “Quando acompanhamos e dividimos com outras pessoas o nosso conhecimento ao mesmo tempo também aprendemos. É também uma maneira de não sairmos do nosso foco, é muito bom sermos motivados”.

Além de usar as redes para inspirar os seguidores, Sidnéa também busca no vasto mundo tecnológico cada vez mais informações. “Inspiro-me em alguns blogs, que tem a proposta da dieta que fiz, ou para diminuir o carboidrato, o glúten, o açúcar e a gordura. Os que incentivam uma alimentação mais saudável também são meu foco, assim aprendo mais e posso dividir conhecimentos também”.

Embora todo incentivo e inspiração sejam positivos para quem deseja ter uma vida saudável, o nutricionista Leandro Freire aponta que o caminho mais indicado a ser seguido é a busca de um profissional especializado, que respeitará hábitos do paciente, rotinas, individualidade biológica, atual estado nutricional e parâmetros bioquímicos. O conjunto de cuidados é importante para atender o objetivo do paciente com maior segurança nutricional possível. “Assim chegará ao objetivo desejado com saúde e sem sofrimento”.

Destaca ainda que cada pessoa é única e por isso não é recomendado sair adotando como prática tudo o que é visto na internet, especialmente quando se trata de prescrição de medicamentos, mesmo os que parecem os mais inofensivos ao organismo.

“Os objetivos de duas ou mais pessoas podem ser iguais, porém cada organismo, genética, hábitos e até mesmo a condição de saúde são diferentes. Então, o risco de uma possível sobrecarga pelo excesso e até mesmo um déficit nutricional por restrição energética pode levar a graves problemas de saúde. Suplementos alimentares, por exemplo, são muito bem vindos, desde que tomados da maneira correta, com indicação adequada para não incorrer em um problema de saúde”.

Como práticas a serem adotadas sem preocupação com erros, o nutricionista recomenda a redução de ingestão de produtos industrializados e evitar passar mais de 3 horas sem se alimentar. “Nosso corpo não foi feito para ficar parado. O ideal é procure um médico para realizar exames, que atestem a capacidade de saúde para iniciar uma atividade física. O acompanhamento de um educador físico para prescrever atividade física individualizada e de um nutricionista para direcionar a alimentação individual são pontos importantes. Existe um investimento, mas saúde não tem preço. Na maioria das vezes o que sai caro é correr atrás da saúde depois que ela ficar distante”.

 


© Copyright 2011
Todos os direitos reservados

 

Fale Conosco

E-mail
meuguiadesaude@gmail.com

Telefones
(65)  98409-0021



Redes Sociais