Agende e consulte com especialistas mais próximos de você

Destaques da revista

27/05/2015 15:06

Roselene Pereira -Trauma Psicologico

Tenho pavor de voar.
Não posso viajar!

Não posso me mudar
para o apartamento novo,

lá precisarei usar o elevador.
Já vou para o terceiro teste do
Detran, mas lá chegando entro
em pânico e não consigo nada.

Fui vítima de um assalto à
mão armada e desde então
não estou nada bem

Por: Roselene Pereira dos Santos Psicologa
Passei por alguns problemas na infância.Nunca falei sobre isso com ninguém. De forma geral não me sinto bem e às vezes
tenho ataques de choro “do nada”, teria alguma coisa a ver com aquilo?
Estas são algumas das queixas mais comuns que nos chegam. O trauma psicológico muitas vezes pouco compreendido pode ser visto de
duas formas. Os grandes traumas como acidentes, abusos, perdas violentas geralmente estão
associados ao diagnostico de Stress Pós Traumático. Nestes casos costumamos chama-los de
traumas com “T”.Por outro lado pequenas dificuldades cotidianas na vida de uma criança, por exemplo, asquais podem ter ocorrido em momentos em que
estavam fragilizadas ou com seu sistema nervoso  ainda imaturo também traumatizam. Estes eventos
costumamos chamar traumas com “t”. No entanto, em ambos os casos os sintomas podem ocorrer muito tempo depois do evento traumático
e pode levar o paciente a paralizações gerais ou parciais do funcionamento geral. Hoje sabemos que os eventos traumáticos deixam
“feridas” no cérebro e estas “cicatrizes” são difíceis de eliminar. Conscientemente sabemos que tudo isso jápassou, sabemos como “deveríamos” nos sentira respeito disso hoje, mas a realidade é outra: as emoções, imagens, sensações e sentimentos continuam retornando em nossa mente e corpo como se tudo estivesse ainda bem próximo, de forma que muitas vezes a pessoa se vê paralisada de terror, imobilizada por um medo aparentemente
infundado ou segue desenvolvendo quadros de ansiedade e depressão de origem não aparente.
 Os prejuízos que daí podem advir são muitos.Tanto no âmbito familiar quanto no profissionale social.
O trauma psicológico faz com que parte de nós fique presa no passado. O processamento de memórias traumáticas promove o reencontro
deste “eu machucado” e aquela parte de nós que vive e atua aqui no presente a qual sabe que tudo
já passou. É uma integração dos nossos “eus separados”.
Uma redenção de nós mesmos. Algo comparável a uma cirurgia na alma.O Dr Le Doux na Faculdade de Medicina Ponce descobriu que o vestígio traumático fica armazenado em nosso cérebro emocional e jamais desaparece totalmente e a isso ele denomina “indelebilidade das memórias emocionais”.
Como tratar isso tudo hoje?
Uma noite de sono bem dormida é o caminho natural para que nosso cérebro se recupere dos traumas diários. Possuímos por assim dizer uma capacidade natural de “digerir” as experiências difíceis, reciclando-as. Vamos nos desfazendo do que nos prejudica e retendo o necessário que é
o aprendizado. Nos casos de traumas mais sérios esta capacidade natural de cura não consegue fazer todo o trabalho sozinha e então precisamos de ajuda.
Aqui inicia o trabalho psicoterapêutico de dessensibilização e reprocessamento das experiências traumáticas Na década de 80 a psicóloga americana FrancineShapiro descobriu uma técnica inovadora e revolucionária no tratamento das memórias traumáticas que se mostra eficaz mesmo nas memórias
emocionais tidas como indeléveis. Trata-seda técnica EMDR O EMDR é uma abordagem que ativa mecanismos de cura e criatividade do nosso cérebro.
Inicialmente era utilizada em pacientes que sofriam de stress pós traumático. Hoje seu uso foi ampliado para outras patologias bem como para
a otimização do desempenho geral. Cresce a cada dia o número de estudos científicos assegurando a eficácia do tratamento e manutenção dos resultados obtidos. A sigla EMDR significa Eye Movement Desensitization and Reprocessing: Dessensibilização e Reprocessamento por meio
dos Movimentos Oculares. Os resultados obtidos com a EMDR sempre surpreenderam por sua rapidez, abrangência e manutenção da cura obtida.
São muitas as vantagens deste tipo de tratamento.
É um tratamento rápido, pois o fluxo intenso do processamento traz agilidade ao processo psicoterapêutico.

texto escrito por

Roselene Pereira dos Santos.

Psicóloga Clínica,Especialista em Terapia Sistêmica de Família e Casal,Terapeuta autorizada em EMDR e Brain Spotting

Atende na  Clínica Santa Felicidade / Cuiabá e   Espaço Saúde / Várzea Grande

 


© Copyright 2011
Todos os direitos reservados

 

Fale Conosco

E-mail
meuguiadesaude@gmail.com

Telefones
(65)  98409-0021



Redes Sociais