Agende e consulte com especialistas mais próximos de você

Destaques da revista

Os indesejáveis “vasinhos de perna” O que são? Como posso eliminá-los?
Muitas de nossas clientes perguntam o que são varizes. Estas são caracterizadas como sendo alterações de veias antes normais, que perderam sua função, tornando-se dilatadas e tortuosas, passando a ser aparentes.
O principal fator de risco é o genético, porém, seu desenvolvimento pode ser favorecido pela obesidade, vida sedentária, pelas alterações hormonais e gravidez, entre outros.
A principal reclamação nos consultórios além do incômodo estético, são sensação de peso nas pernas, queimação, cansaço, e inchaço principalmente ao final do dia em pessoas que permanecem muito tempo em pé ou sentadas.
Após a avaliação clínica do paciente em consultório é realizado o exame de Doppler das pernas, para avaliação das prováveis fontes de refluxo que estão causando a dilatação das veias da perna, principalmente as safenas, aquelas muito utilizadas em cirurgias cardíacas, as chamadas pontes de safena, onde retira-se a veia da perna e a utiliza no coração, cirurgia realizada pelos colegas cirurgiões cardíacos.
Caso as varizes não sejam tratadas em seu estágio inicial, pode ocorrer a piora do quadro clínico, com o aparecimento de manchas acastanhadas na perna, inflamação de veias como a safena, aumento do risco de trombose (coágulos na perna) e até o aparecimento de feridas, as chamadas úlceras de difícil cicatrização. Por isso torna-se importante o acompanhamento com o cirurgião vascular já no começo, ou seja, no aparecimento dos pequenos vasinho de incômodo estético.
Atualmente existe uma variedade de tratamentos disponíveis e vamos comentar sobre cada um deles, oferecendo para cada caso individualizado o melhor tratamento para o cliente.
O procedimento mais realizado é a escleroterapia líquida, ou a “secagem dos vasinhos”, procedimento que consiste na injeção de uma solução no interior dos vasos aparentes e doentes, fazendo com que haja uma reação inflamatória, “secando” dessa forma os vasinho indesejáveis de perna.
Para vasos maiores, muitas vezes não visíveis a olho nu, pode-se realizar microcirurgia, em que faz-se anestesia local e micro-punções com retirada desses vasos. Atualmente para pacientes que não querem fazer cirurgia, ou ainda aqueles pacientes que por algum motivo são impedidos de realizar o procedimento, tais como pacientes muito idosos, com problemas cardíacos ou ainda diabéticos, pode-se realizar a chamada espuma densa ecoguiada. Este procedimento é muito realizado na França, no qual a espuma é feita a partir da agitação de uma solução e injetada no interior de vasos maiores, promovendo o fechamento destes, porém podendo ser necessário mais de uma sessão para fechamento desses vasos, mas com a vantagem de não operar e retorno mais rápido às atividades.
Para casos em que as safenas estão comprometidas, realiza-se o seu tratamento pela técnica de ablação da mesma, ou seja, esse vaso é fechado apenas com uma punção, passagem de um cateter e emissão de raio laser ou radiofrequência, dessa forma realizando a cirurgia sem cortes, e com menor índice de hematomas pós cirúrgico e recuperação do paciente mais rapidamente, retornando a suas atividades em até 3 dias.
Enfim, varizes podem voltar 
mesmo após tratamento?
Sim. Quem tem varizes já possui predisposição, e veias hoje normais posteriormente podem tornar-se dilatadas, sendo então de grande importância o acompanhamento com médico vascular habilitado, orientando assim medidas preventivas e manutenção do tratamento caso seja necessário. 

© Copyright 2011
Todos os direitos reservados

 

Fale Conosco

E-mail
meuguiadesaude@gmail.com

Telefones
(65)  98409-0021



Redes Sociais