Agende e consulte com especialistas mais próximos de você

Destaques da revista

17/08/2015 11:30

Avaliação Psicológica e Neuropsicológica

A avaliação cognitiva pode ser interpretada tanto para fins psicológicos quanto neuropsicológicos. Estas avaliações são fundamentais no auxílio diagnóstico, na escolha de tratamento e nas intervenções para Psicólogos, Psiquiatras, Neurologistas, Neurocirurgiões, Geriatras, Fonoaudiólogos, Educadores e outros profissionais da saúde e educação.

A avaliação psicológica (ou psicodiagnóstico) objetiva analisar aspectos objetivos e subjetivos através da análise dos traços de personalidade, da cognição geral e das alterações emocionais e sociais do indivíduo.

A avaliação neuropsicológica busca avaliar aspectos funcionais e disfuncionais relacionando as atividades mentais do indivíduo com possíveis alterações cerebrais. Muitas vezes, estas avaliações cognitivas são realizadas pelo mesmo profissional, buscando uma visão integrada que possa esclarecer psicopatologias, aspectos do desenvolvimento humano e transtornos neurocognitivos.

Indicações para Avaliação Neuropsicológica

Recomenda-se a avaliação neuropsicológica em casos onde suspeita-se de uma dificuldade cognitiva ou alteração comportamental que possa estar associada à alguma alteração neurológica/psiquiátrica, como:

  • Transtornos do desenvolvimento (infantil ou adulto);
  • Déficit na inteligência ou em qualquer das capacidades cognitivas (memória, atenção, linguagem, percepção, habilidades motoras, velocidade de processamento, raciocínio e alterações emocionais);
  • Dificuldades escolares e transtornos no aprendizado;
  • Transtornos psiquiátricos (depressão, etc.) ou neurológicos (demências, etc.);
  • Lesão cerebral ou acidente vascular encefálico;
  • Alcoolismo, abuso de substâncias psicotrópicas e entorpecentes, dentre outros.

© Copyright 2011
Todos os direitos reservados

 

Fale Conosco

E-mail
meuguiadesaude@gmail.com

Telefones
(65)  98409-0021



Redes Sociais