Agende e consulte com especialistas mais próximos de você

Entrevistas

Thais Massafera

As delícias de uma  alimentação saudável

Com 154 mil seguidores no Instagram, Thais Massafera, 32, é atualmente um dos nomes mais conhecidos entre os que apostam em uma alimentação saudável. E não poderia ser diferente. Ela apresenta uma proposta totalmente praticável tanto na cozinha, quanto no dia-a-dia. E compartilhou um pouco dos seus conceitos durante um curso realizado em Cuiabá. Confira a entrevista da culinarista para a revista Meu Guia de Saúde..

MGS – Há quanto tempo aposta em uma alimentação diferenciada?

TM – Sempre me alimentei bem quando fui morar em São Paulo, há 4 anos, queria mudar de segmento de atuação. Juntei algo que gostava com a necessidade. Comecei a cozinhar e passei fazer cursos, testar suplementos nas receitas e isso foi crescendo, pois era novidade.

MGS – Hoje você é conhecida entre os que pretendem adotar uma alimentação saudável. Ao que atribui esse sucesso?

TM – Existem varias pessoas que trabalham com receitas Fit, dietas e assuntos semelhantes. Mas a utilização de suplementos em receitas, o fato de eu ter recuperado a forma muito rápido após a gestação e minha espontaneidade podem ter sido um diferencial. Comecei a postar nas redes sociais e derrepente eu estava cheia de seguidores. Pensoquea novidade, associada à divulgação nas redes sociais fez toda diferença. Em 2 anos passei a ter 136 mil seguidores reais. A alimentação saudável pode ser mais que frango grelhado e batata doce, como muita gente imagina e prega.

MGS - Sente diferença na saúde e no corpo com os novos hábitos alimentares?

TM – Atualmente, estou viajando muito e não consigo me alimentar como gostaria, embora eu saiba fazer escolhas saudáveis. Mas é inegável que a alimentação adequada faz diferença no corpo e na saúde. Hoje, vemos as pessoas muito preocupadas com a aparência, com o corpo, com a forma. E precisamos lembrar que nem sempre o corpo bonito é reflexo de saúde ou de uma alimentação adequada. Muitas pessoas que querem um abdômen trincado não ingerem frutas, por exemplo. Isso pode não ser positivo do ponto de vista da saúde. É preciso saber o que faz bem, procurar alimentos naturais, saudáveis e ter uma qualidade nessa alimentação. O foco não pode ser exclusivamente a estética corporal.

MGS - Qual o segredo da cozinha da Thais Massa? O que você procura oferecer nas suas receitas?

TM – Procuro proporcionar alimentos saudáveis, com índice glicêmico baixo e ao mesmo tempo saborosos. As receitas trazem versões melhoradas de alimentos, por meio de substituição de ingredientes durante o preparo das receitas. Ao invés de usar óleo de soja, procuro um azeite de oliva ou óleo de coco. As farinhas convencionais são substituídas por farinhas funcionais, aveia, quinoa, linhaça, etc. Substituo o açúcar por adoçante ou açucares mais saudáveis como o de coco. Assim vamos elaborando alimentos mais saudáveis e igualmente gostosos.

MGS - Dá muito trabalho preparar as receitas?

TM – É o mesmo trabalho que tem quando se prepara qualquer receita. Se vai fazer um bolo “gordo”, por exemplo, porque não fazer um bolo mais saudável?

MGS - E o custo dessa alimentação diferenciada?

TM – Os produtos são um pouco mais caros, mas duram. E temos que considerar que valor é relativo para cada pessoa. Para mim, vale o investimento. Quando pago mais para ter um alimento saudável, estou pagando para ter uma saúde melhor. Isso para mim é importante.

MGS - É possível ter uma alimentação 100% saudável, longe de tudo o que faz mal?

TM – É, mas eu aposto acima de tudo em equilíbrio. Comer bem, com qualidade, de forma mais natural possível, mas sem radicalismo. Tudo o que é muito radical acaba não dando certo e as pessoas desistem. Gosto muito mais da ideia de me alimentar bem em casa e ao mesmo tempo ter meu momento de sair para tomar cerveja, comer um doce fora de casa. Esses alimentos menos saudáveis estão na rua, dentro de casa a oferta é outra, sempre pensando em substituições.

MGS - O sabor é igual?

TM – Um brigadeiro de leite condensado será sempre um brigadeiro de leite condensado. O que procuro são receitas com sabor agradável, o mais próximo possível do que estamos acostumados. Dá para substituir e viver bem, se alimentar de uma maneira mais adequada com foco na saúde.

As suas receitas podem ser consumidas por qualquer pessoa?

TM – Se a pessoa não tem restrição alimentar, alergia, ou algo assim, pode ingerir os alimentos sem problema. Atende pessoas de todas as idades. Tenho uma ampla oferta de receitas, desde os alimentos mais simples, como biscoitos, até os mais elaborados, como um nhoque de biomassa de banana verde. Tem doce, salgado. A oferta é ampla e atende gostos variados.

MGS - Você comentou sobre a inserção de suplementos nas receitas. Como isso ocorre?

TM – Recorro com freqüência ao wheyprotein em situações em que o alimento não tem uma quantia suficiente de proteína para uma refeição, como um bolo, por exemplo. É uma forma de melhorar nutricionalmente o que vai ser ingerido e baixar o índice glicêmico daquela preparação. Já sabemos que a síntese protéica não é feita apenas no pós-treino. É necessário o consumo adequado em todas as refeições. E as receitas podem oferecer isso.

MGS - Existe um momento em que a pessoa deve parar e pensar que precisa melhorar a alimentação?

TM – O ideal é que a educação alimentar ocorresse desde a infância. Mas isso pode acontecer em qualquer momento e quanto antes, melhor. Saber escolher os alimentos, optar por algo mais saudável, substituir o que é mais rico em nutrientes é sempre válido. E isso reflete na saúde e na estética corporal.

MGS - Durante o curso você comenta sobre o aproveitamento completo dos alimentos.

TM – Sim, acredito que podemos aproveitar o alimento de forma completa, até mesmo a casca. Tudo pode ser ingerido, não há porque jogar fora. O ovo é um exemplo. É comum jogarem fora a gema e aproveitar somente a clara. Mas um complementa o outro, a absorção da proteína da clara é melhorada quando existe o consumo da gema junto.

Tem pessoas que comentam durante os cursos, “mas vai usar tantas gemas”. A quantia de ovos é para preparar um bolo, ou qualquer outra receita. Fica distribuído na porção toda. Quantas fatias têm um bolo? Ninguém vai comer um bolo todo de uma vez. E o mito de que o colesterol da gema tem impacto no colesterol sangüíneo já caiu faz tempo.

MGS - Quais cursos você oferece?

TM – Funcional Fit, LowCarb Fit, Cozinhando com Suplementos e Doces Fit.

MGS - Como acompanhar o seu trabalho?

TM - pelo Instagram @thaismassa, Facebook /thaismassa e pelo meu site www.thaismassa.com.br

>>Thais Massafera

Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista – UNESP.

Culinarista especializada em Nutrição Esportiva. Ministra cursos de Culinária Fit por todo Brasil.

Especialista na utilização de suplementos proteicos. Palestrante em Workshops e Seminários de Nutrição Esportiva e

Fitness (Arnold Conference, Seminário Internacional de Nutrição Esportiva).

Membro do Gold Team da Probiótica.


© Copyright 2011
Todos os direitos reservados

 

Fale Conosco

E-mail
meuguiadesaude@gmail.com

Telefones
(65)  98409-0021



Redes Sociais